quinta-feira, 7 de março de 2013

Afinal não estou sozinha...

Acho fantástica a quantidade de coisas que tenho vindo a descobrir no facebook e em blogues que vou seguindo; que outras Mães fazem e sentem e que é tal e qual o que eu sinto...afinal não estou sozinha.
Percebi que eu e mais não sei quantas Mães deste país:
- Já não vamos à casa de banho sózinhas há algum tempo;
- Que todas adoramos os nossos filhos mas que de quando em vez e por 5 minutos gostamos de  pensar só em nós;
- Que temos vontade de estar sózinhas, mas que rapidamente "morremos" de saudades dos mais pequenos, da confusão que fazem, do barulho e de andarem sempre atrás de nós;
- Que entre acordar e sair de casa fazemos mil e uma coisas e o dia ainda só está a começar. Entre vesti-los, dar pequenos almoços, arranjarmo-nos, prepararmos o resto do dia passa 1h30 e só depois começa mais um dia de trabalho, mas já fizemos tanto;
- Que somos super mulheres e mais fortes do que imaginamos e conseguimos chegar a casa cheias de tralhas, nossas e deles, sacos e brinquedos e trazer tudo, mesmo quando o nosso filho adormeceu e vem no nosso colo;
- Que uma ida ao supermercado (sózinha) por vezes sabe tão bem e dá para arejar um pouco;
- Que chegamos ao final do dia e por mais que nos arranjemos constantemente acabamos sempre despenteadas e com a fralda de fora de tanto pegar, correr, arrumar, etc, etc;
- Que mesmo que decidamos que vamos tirar a manhã para ir a uma massagem, para arranjar o cabelo ou para fazer umas compras (para nós) vamos sempre a pensar (preocupadas) se as nossas crianças estão bem, se sentem a nossa falta...e ficam com Pai e estão tão bem entregues...mas será que ele sabe onde está a roupa se ela se sujar, será que percebe as "manhas" dela, será que sabe que ela agora gosta de ver aqueles desenhos animados, que tem que comer às tantas horas... mas afinal porque tirei a manhã para mim, se continuo nisto tudo...hirrrra...
Afinal não estou sózinha, afinal não sou a única Mãe galinha, a única super preocupada, a única com vontade de um tempinho só para mim, mas ao mesmo tempo com vontade de não sair da beira da minha filha, a única que "morre" de saudades e que conta as horas para regressar a casa e dar muitos beijinhos à filha, mas que por vezes ao final de meia hora de confusão fica com vontade de ir ao supermercado.
Acreditem que confio muito a quem deixo a minha filha e quando ela fica com o Pai acho que está mais que bem entregue, fica óptima, dão-se lindamente e entretêm-se muito bem, mas estou sempre preocupada, acho que vai ser sempre assim, não me consigo desligar, sou uma Mãe galinha...mas não sou a única. 

12 comentários:

  1. É bem verdade que não estás sozinha!Revejo-me em cada palavra tua. A ída ao supermercado pode ter o mesmo efeito que uma ída ao SPA depois de um dia inteiro fechadas en casa com a nossa princesa... mas entre a porta do supermercado e a menina da caixa já ligámos para a avó ou para o pai a dar infinitas recomendações "imprescindíveis"... Sim, somos "mães galinhas" e não há nada a fazer... Como dizia a pediatra da minha filha, em resposta à questão da minha tia sobre as mães de filhas únicas serem muito protetoras: "Quando são assim tanto faz ter uma como cinco..."
    Um abraço para todas as "mães galinhas"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um beijinho de uma mãe galinha p/ outra ;-)

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  3. hahaha...mesmo! Estamos todas no mesmo barco!
    É uma aventura maravilhosa, não? ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Estamos num mundinho só nosso, mas que partilhamos com tantas outras mães, não é!? Como é boa uma ida ao Supermercado..alone...até os legumes parecem mais bonitos, e os iogurtes têm ar de que nos vão deixar nas nuvens se os tocarmos!Enfim, é o maravilhoso mundo da maternidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual...é isso tudo. Só quem conhece o maravilhoso mundo da maternidade não acha que somos umas tontas porque vamos sozinhas ao supermercado e adoramos. Beijinhos

      Eliminar
  5. Era este post que falavas? LINDO! Somos todas iguais, MÃES!:)
    Bjhns

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era R...é verdade somos todas iguais, mas não tiveste momentos (mais no inicio) em que achavas que eras única no mundo ;-) ?
      Bjo

      Eliminar